fbpx

BLOG DA AXIA

Por que investir em imóveis é um bom negócio?

Investir em imóveis representa muito mais que comprar uma casa ou um apartamento. Significa investir dinheiro em empreendimentos residenciais, comerciais, terrenos e construções verticais.

O foco desse investimento pode estar em renda recorrente, no caso de pessoas que compram para alugar, ou na valorização, para quem busca ter rendimentos com um imóvel no longo prazo.

 

Vale a pena investir em imóveis?

Para saber se o investimento vale a pena para você, veja agora 3 motivos que mostram por que comprar um imóvel pode ser um excelente negócio.

 

1. A segurança desta modalidade de investimento

Você já reparou a importância que os imóveis têm na maior parte das nossas atividades diárias? Perceba o que os tópicos abaixo têm em comum:

  • Um lugar para morar,
  • Um lugar para trabalhar,
  • Um lugar para se exercitar,
  • Um lugar para fazer a compra de itens essenciais,
  • Um lugar para relaxar com sua família,
  • Um lugar para reunir seus amigos,
  • Um lugar para se instalar durante uma viagem.

 

Reparou? Todos envolvem a existência de um imóvel.

 

É justamente por essa razão que investir em imóveis é seguro. Afinal, as pessoas precisam deles na maior parte do tempo de seus dias, o que faz a demanda por imóveis ser constante mesmo quando o mercado financeiro está instável.

Uma prova disso foi o crescimento do mercado imobiliário de Joinville em 2020, que registrou recordes mesmo em meio à pandemia, como mostramos neste artigo.

 

2. O potencial de valorização dos imóveis

Dados divulgados pelo IBGE mostram que existe um déficit habitacional no Brasil que chega a 5,88 milhões de residências. Esse número, somado ao frequente aumento populacional, também fortalece o crescimento constante da demanda por imóveis.

 

E como sempre acontece no mercado, quanto mais pessoas querem algo, mais esse item se valoriza. Assim, temos uma valorização dos imóveis existentes, considerando que a capacidade de produção do setor geralmente é inferior à demanda.

 

De acordo com dados da Fundação Getúlio Vargas, seria preciso construir 1,44 milhão de residências por ano para conseguir atender a essa alta demanda e minimizar o déficit habitacional de quase 6 milhões de domicílios.

 

Esses indicadores associados à queda da Selic (taxa básica de juros) fazem com que mais pessoas consigam financiamentos com juros menores para a compra de imóveis, elevando o número de famílias que se tornam aptas a adquirirem sua tão sonhada casa própria.

 

Outros fatores que potencializam a valorização dos imóveis são: o investimento em qualidade construtiva e o investimento em projetos arquitetônicos diferenciados.

 

3. A possibilidade de renda recorrente

Conforme o já citado déficit habitacional no Brasil, percebemos que mais pessoas precisam de um lugar para morar.

 

Essa realidade junto à tendência mundial para locações reforça a constância da demanda por bons imóveis para locar, que não se abala nem mesmo em períodos de crise. Isso porque as pessoas precisam de um lugar para morar, independentemente de sua condição financeira.

 

Então, para quem não tem condição de investir na compra de um imóvel para morar ou, simplesmente, não tem esse interesse por diversas razões, alugar mostra-se uma ótima oportunidade.

 

Dentro desse cenário, quem tem bons imóveis disponíveis para locação tem a oportunidade de gerar renda passiva, garantindo um “salário” mensal sem precisar dedicar horas de trabalho para obter esse ganho. Ou seja: mais dinheiro com menos esforço.

 

A segurança do investimento, o potencial de valorização dos imóveis e a possibilidade de renda recorrente são apenas três motivos racionais para se investir em imóveis.

 

Você se interessou e quer investir em um imóvel?

Comece buscando oportunidades perto de você e pesquise sobre as incorporadoras da sua região.

 

Especialmente ao investir num imóvel em construção, é essencial conhecer bem a empresa da qual você está comprando; quanto melhor o histórico, menor o seu risco.

Compartilhar
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja Também